O que acontece durante um infarto?

Sendo uma das complicações cardiovasculares mais frequentes no mundo todo, o infarto do miocárdio causou cerca 88 mil mortes de brasileiros no ano de 2018, segundo dados do Ministério da Saúde. Quando colocamos em escalas mundiais, a Organização Mundial da Saúde calcula que as complicações cardiovasculares sejam responsáveis por 17,5 milhões de óbitos ao ano. Um número bastante expressivo, mas porquê? 

O estilo de vida moderno tem favorecido o surgimento de várias doenças cardiovasculares, tornando o infarto cada vez mais comum e mais precoce. O que era mais frequente em idosos, hoje em dia já existem vários casos de pessoas infartando antes dos 40 anos, até mesmo antes dos 30.  

Há diversas causas para um ataque do coração. Entre os inevitáveis, temos a hereditariedade, o avanço da idade, diabetes e algumas outras doenças. Quando o assunto são as causas modificáveis, destacamos o tabagismo, alto colesterol, hipertensão, sedentarismo, obesidade, alto consumo de bebidas alcoólicas, estresse, dietas hipercalóricas e o uso de drogas estimulantes, como a cocaína.  

E o que acontece durante um infarto? 

O infarto acontece quando o sangue fica impedido de continuar circulando por alguma obstrução nas artérias, podendo ser um coágulo ou placas de gordura acumuladas que travam o fluxo sanguíneo. A interrupção da passagem do sangue pode levar à morte do músculo cardíaco, daí o nome, infarto do miocárdio. 

Portanto, é importante ressaltar como o check-up é indispensável. Há vários exames que podem identificar qualquer anormalidade na saúde cardiovascular, entre eles, o teste ergométrico e o ecocardiograma são os mais comuns. O teste ergométrico avaliará as condições cardiológicas durante o esforço, onde acompanhamos as frequências cardíacas e a pressão arterial antes e depois do paciente caminhar pela a esteira. Já no ecocardiograma, é feito um ultrassom do coração, assim conseguimos imagens do órgão. No check-up, além de exames que medem o colesterol e a glicemia, é comum realizarmos hemograma completo. 

Além destes exames, é preciso estar consciente das suas escolhas diárias: as atividades físicas devem ser diárias, assim como os bons hábitos alimentares. Deixe de fumar, cuide da sua saúde e previna as doenças do coração. 

Dr. Élcio Pires Júnior é coordenador da cirurgia cardiovascular do Hospital e Maternidade Sino Brasileiro – Rede D’or – Osasco, e coordenador da cirurgia cardiovascular do Hospital Bom Clima de Guarulhos. É membro especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular e membro internacional da The Society of Thoracic Surgeons dos EUA. Especialista em Cirurgia Endovascular e Angiorradiologia pela Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.    

Posted in:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *