Estresse e ansiedade: como proteger o coração na quarentena

Diante da pandemia que estamos atravessando, o isolamento social e os riscos da COVID-19 tornam o cotidiano ainda mais estressante. A sensação de medo e pânico tomam conta do nosso estado emocional e isso acaba não fazendo bem para a saúde, principalmente a do coração.

Estresse, tristeza e ansiedade prejudicam a saúde cardiovascular principalmente das pessoas que estão no grupo de fatores de risco, como diabéticos, sedentários, cardiopatas, idosos e obesos. Isso acontece porque esses sentimentos causam uma série de efeitos no corpo, como o aceleramento dos batimentos cardíacos e a vasoconstrição, condição causada pela descarga de hormônios, como a adrenalina e o cortisol, na corrente sanguínea que contraem os vasos e favorece a hipertensão.


Esse conjunto de efeitos sobrecarregam o coração e podem causar danos ao miocárdio, como o infarto. Portanto, controlar os pensamentos, além de ajudar na saúde mental, poderá evitar problemas cardíacos e outros danos à saúde. Além disso, vários outros cuidados são essenciais para garantir a saúde geral do organismo durante a quarentena:


Dormir bem
Quando dormimos, nosso ritmo cardíaco e a pressão arterial diminuem, fazendo o corpo compensar a energia para focar em uma reparação total no organismo. Para quem dorme pouco ou tem problemas para dormir, é comum que o estresse, o mau humor e a irritabilidade possam aparecer e elevar ainda mais a pressão arterial.

Manter-se positivo
Assim como as emoções negativas podem aumentar a pressão sanguínea, sobrecarregando o coração, as emoções positivas têm bons efeitos na saúde do coração, pois causam a vasodilatação e o relaxamento muscular, favorecendo o bom funcionamento do órgão. Portanto, a saúde mental é essencial!

Sair do sedentarismo

As atividades físicas são fundamentais para o bom funcionamento do coração e é uma das primeiras recomendações em casos de hipertensão e outras complicações cardiovasculares.

Mudar a alimentação
Uma boa alimentação também faz parte das principais recomendações quando o assunto é saúde do coração. Ingerir boas gorduras, evitando alimentos industrializados, diminuindo o consumo de açúcar e preferindo alimentos naturais é o caminho para se manter saudável.

Por isso, reconhecer as áreas negativas da vida e aprender a lidar com elas pode diminuir o estresse. Se você sentir qualquer sintoma de pânico ou ansiedade, procure orientação médica. Tudo isso vai passar!

Artigo de Dr. Elcio Pires Junior
: coordenador da cirurgia cardiovascular do Hospital e Maternidade Sino Brasileiro – Rede D’or – Osasco, e coordenador da cirurgia cardiovascular do Hospital Bom Clima de Guarulhos, cirurgião cardiovascular pela equipe do Dr. André Franchini no Hospital Madre Theodora de Campinas. É membro especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular e membro internacional da The Society of Thoracic Surgeons dos EUA. Especialista em Cirurgia Endovascular e Angiorradiologia pela Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.  

facebook.com/Dr-Elcio-Pires-Junior-Cirurgião-cardíaco | linkedin.com/in/elciopiresjunior | www.instagram.com/drelciopiresjr  

Posted in:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *