Sinais de que você precisa se atentar à saúde do seu coração

A Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta que a principal causa de mortes no mundo é derivada de doenças cardiovasculares. De acordo com o Cardiômetro, da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), 289 mil pessoas já morreram devido à problemas no coração, no Brasil, em 2019. E muitas vezes, o coração nos dá sinais sutis de que precisa de atenção, e nem sempre se resumem a dor no peito e falta de ar, já que os sintomas vão além disto. Por isso, é sempre importante atentar-se aos sinais que o seu corpo emite.

Considerado uma máquina perfeita, o coração realiza um bombeamento de aproximadamente 100 mil contrações ao dia e, assim, faz o sangue circular pelo organismo e mantém a vida de todos os órgãos e tecidos.

Desta forma, é necessário que cada pedaço, cada peça, esteja em perfeito funcionamento. E quando uma delas não está funcionando como deveria, os sinais logo se mostram presentes, sejam eles mais fracos ou mais fortes. Quando as falhas se manifestam, todo o desempenho do coração é colocado em cheque, podendo afetar até mesmo outros órgãos.

O principal alerta para as doenças cardiovasculares é a hipertensão. Em muitos casos, a hipertensão não provoca sintomas claros, mas provoca sérios danos à saúde, sendo um dos fatores de risco para a ocorrência de acidente vascular cerebral, infarto, aneurisma arterial e insuficiência renal e cardíaca.

A pressão acima de 140/90 mmHg (ou 14 por 9) faz com que o coração tenha que exercer um esforço maior do que o normal para fazer com que o sangue seja distribuído corretamente no corpo. Portanto, reforço sempre aos meus pacientes sobre a necessidade de fazer um check-up cardíaco com certa frequência, pois não devemos deixar nossa máquina perfeita cair aos pedaços.

Além da hipertensão, que tem como principal causa os maus hábitos e hereditariedade, há outros fatores que indicam que você precisa consultar um especialista, como:

  • Fadiga;
  • Náuseas e falta de apetite;
  • Falta de ar ao se deitar;
  • Desmaios;
  • Dor no maxilar e pescoço;
  • Inchaço de pés e pernas;
  • Tosse noturna;
  • Sangramento ou inchaço nas gengivas;
  • Suor intenso ou frio;
  • Frio constante nas mãos e pés.

Lembrando que não necessariamente ter alguns destes sintomas significa que o seu coração está doente. Por isso, ao notar esses sinais, busque ajuda profissional e acompanhe sua saúde.

Ter um estilo de vida saudável pode ajudar. Saia do sedentarismo! Pratique exercícios físicos, tenha uma alimentação equilibrada e faça sempre um acompanhamento da saúde cardíaca, sobretudo se houver histórico familiar destas patologias.

Artigo de Dr. Elcio Pires Junior: coordenador da cirurgia cardiovascular do Hospital e Maternidade Sino Brasileiro – Rede D’or – Osasco, e coordenador da cirurgia cardiovascular do Hospital Bom Clima de Guarulhos, cirurgião cardiovascular pela equipe do Dr. André Franchini no Hospital Madre Theodora de Campinas. É membro especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular e membro internacional da The Society of Thoracic Surgeons dos EUA. Especialista em Cirurgia Endovascular e Angiorradiologia pela Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.  

facebook.com/Dr-Elcio-Pires-Junior-Cirurgião-cardíaco linkedin.com/in/elciopiresjunior | www.instagram.com/drelciopiresjr  

Posted in:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *